Entidades representativas e parlamentares tentam consenso sobre a investigação criminal no novo CPP

Reunião do GT nesta quinta-feira (07) foi considerada um avanço pelos participantes

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 08/10/21

Os debates sobre a investigação criminal no novo Código de Processo Penal (CPP) buscam um texto que possa ser positivo, tanto entre os diversos cargos das forças policiais, quanto entre os parlamentares que integram o Grupo de Trabalho (GT) encarregado de avaliar a proposta. Essa é a avaliação do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens.

Nessa quinta-feira (7), representantes das forças de segurança participaram de reunião do GT que analisa o texto do relator, Delegado João Campos (Republicanos-GO). Além do presidente Boudens, participaram das discussões, pela Fenapef, os diretores parlamentar, Marcus Firme, e jurídico, Flávio Werneck.

Apesar das divergências, debates acalorados e posições antagônicas, os participantes consideram que ainda é possível buscar a convergência para um texto que chegue ao melhor resultado possível sobre a metodologia investigativa a ser empregada no País.

Esclarecimento

Ainda no início da reunião, o deputado Sanderson fez questão de esclarecer alguns pontos sobre declarações feitas na reunião anterior, realizada na terça-feira (05), quando o relator e o Capitão Augusto (PL-SP) tentaram negar a representatividade do parlamentar gaúcho junto a policiais de diversas corporações.

“Tanto o deputado Sanderson representa os policiais que buscamos seu apoio, inclusive para que a verdade fosse esclarecida: a que não havia consenso sobre o texto apresentado pelo relator e que muitas questões ainda eram controversas, especialmente porque passavam a ideia de corporativismo”, esclareceu Boudens.

“O esclarecimento foi necessário, porque combatemos trechos essencialmente corporativistas e que preservavam as distorções entre os cargos. Mas, com a verdade reposta e com maturidade política conseguimos avançar no que é mais importante”, relatou o presidente da Fenapef.

Leia mais:
Presidente Boudens explica por que proposta para renovação do CPP é um retrocesso

Fenapef quer um modelo de CPP que garanta ao cidadão a apuração e punição de criminosos

Boudens: “Não somos membros de Poder e polícia trabalha em equipe”

OUTRAS NOTÍCIAS

Não há projeto de carreira em discussão interna, nem em tramitação junto ao Governo

5º Prêmio Policiais Federais de Jornalismo já tem seus 15 finalistas

Sanderson detalha atuação no Congresso em defesa dos direitos dos policiais federais

Presidente Boudens e deputado Aluísio Mendes abrem a AGE da Fenapef