Nota Fenapef – Denúncia contra Roberto Jefferson

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 09/12/22

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), entidade de âmbito nacional que representa mais de 14.000 policiais federais brasileiros, acompanha de perto os desdobramentos do caso Roberto Jefferson. O ex-parlamentar foi denunciado nesta quarta-feira (7), pelo Ministério Público Federal (MPF), por tentativa de homicídio contra quatro policiais federais atacados por ele, em 23 de outubro de 2022, durante o cumprimento do seu mandado de prisão.

Desde o incidente, a Federação cobra das autoridades competentes a rigorosa apuração dos fatos e a consequente responsabilização criminal do autor pelas múltiplas tentativas de homicídio praticadas contra os integrantes da equipe no exercício da função policial. A entidade reafirma, ainda, que a reação violenta de Roberto Jefferson contra policiais é um atentado contra o próprio Estado e uma ofensa incomensurável à ordem jurídica.

Roberto Jefferson foi denunciado por quatro crimes: quatro tentativas de homicídio, resistência qualificada, posse de arma de fogo e munição de uso restrito e permitido, além de posse e adulteração de granadas.

A Fenapef segue em defesa dos policiais federais e, mais uma vez, se solidariza com aqueles que sofreram o atentado.

Brasília, 08 de dezembro de 2022.

Marcus Firme dos Reis
Presidente da FENAPEF

Fenapef Nota - Denuncia MPF Roberto Jefferson

OUTRAS NOTÍCIAS

Servidores da PF não recebem indenização de sobreaviso e Fenapef luta para garantir o direito

Comunicado - Boleto Digital Seguro Saúde

Fenapef busca recomposição salarial dos policiais federais

Polícia Federal revoga criação de broches especiais