Fenapef recebe homenagem do artista Norton Lima

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 29/12/21

O presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Luís Antônio Boudens, recebeu, nesta quarta-feira (29) em Brasília, a tela Todos os Federais. A homenagem foi entregue pelo artista cearense Norton Lima. 

“O quadro com a imagem de uma águia transportando o emblema da Fenapef simboliza o vôo alto e a visão aguçada que a entidade alcançou nos últimos anos”, diz o presidente Boudens.

Sem se limitar às condições impostas pela Síndrome de Down, Norton recorre às artes plásticas, incluindo a pintura, para quebrar todos os paradigmas e realizar, com maestria, todas as suas atividades diárias. Em visita à sede na capital federal, ele contou que a inspiração surgiu quando o artista conheceu o presidente Boudens durante a posse da diretoria do SINPOFE-CE, em Fortaleza. À época, Norton havia presenteado a superintendência da PF no Ceará com um quadro com o símbolo da Polícia Federal. 

A história de Norton com a Polícia Federal vem de berço. Seu pai, o agente federal recentemente aposentado,  Maurício Lima, sempre foi sua inspiração ao longo dos 43 anos dedicados à corporação.

Como exemplo de garra e apoio incondicional à trajetória do filho Norton, o Agente Maurício foi nomeado para a Comissão de Direitos das Pessoas com Deficiência da OAB-CE em setembro de 2021. Para ele, dedicar  sua vida à inclusão é uma forma de agradecimento a todo amor ao Norton, ao que o filho significa e ao universo de pessoas que precisam de oportunidade dentro dos que se prontificam.

“Vejo o brilho do meu filho e sei que seu exemplo inclui outras famílias. Isso me faz somar para um mundo melhor e mais humano. Devo as minhas forças também à esposa Edna e à minha filha Nádila, que foram pessoas preponderantes para o alcance  de todos objetivos tão sonhados. Norton é um símbolo assertivo na força de que com amor tudo é possível e não existe limites para conquistas”, ressalta o pai.

Boudens finaliza frisando que para a  Fenapef foi uma “dupla honra” receber a homenagem no final do mandato, tanto pelo artista, que é um guerreiro na luta contra as limitações impostas pela sua condição, tanto por seu pai, que serviu por mais de quatro décadas à atividade policial. “É um presente que veio para selar essa gestão”, garante.  

OUTRAS NOTÍCIAS

APF Alysson Jucá, orienta sobre como ter viagens seguras

Não deve incidir IR sobre os juros de mora de precatórios e RPVs na ação dos 28,86%

Nota de falecimento – Elpídio dos Reis

Marcus Firme é o novo presidente da Fenapef