Diretor jurídico defende estabilidade do servidor em live com deputada Paula Belmonte

Flávio Werneck também falou sobre a necessidade de aumentar a efetividade do sistema penal brasileiro

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 24/08/21

Foro privilegiado, Reforma Administrativa, condenação após prisão em segunda instância. Esses foram alguns dos temas da live que reuniu o diretor jurídico da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef), Flávio Werneck, e a deputada Paula Belmonte (Cidadania-DF) nessa segunda-feira (23).

Werneck defendeu a estabilidade para o servidor público e enfatizou que ela é essencial para todos os cargos ligados à segurança pública. “Imagine a seguinte situação: um chefe indicado pelo ‘político de plantão’, sem estabilidade. Como ele investigaria e puniria um caso de corrupção – o famoso colarinho branco?”, questionou.

Ele falou também sobre a dificuldade de efetividade do sistema penal brasileiro. “Somos um país que prende muito e condena pouco”, disse, destacando que em casos de crimes graves, como tráfico de drogas, as punições se concentram no pequeno traficante.

OUTRAS NOTÍCIAS

Fenapef trabalha no Congresso para evitar danos à categoria na Reforma Administrativa

Presidente da Fenapef participa de abertura da exposição PF em Ação no Paraná

Agente federal e psicólogo lança, em meio eletrônico, "Drogas, problema meu e seu"

Fenapef leva demandas dos servidores administrativos filiados e apoio ao Sinpecpf ao MJ