Polícia Federal e Receita apreendem pacotes de cocaína com rosto de Pablo Escobar no Rio

Data: 30/07/18

Drogas apreendidas com imagem de Pablo Escobar - Divulgação Polícia Federal

Uma operação conjunta da Polícia Federal e da Receita terminou com a apreensão de 43 quilos de pasta base de cocaína no Porto do Rio. A droga, que estava escondida dentro de contâineres, estava em embalagens que traziam a foto de quando o narcotraficante colombiano Pablo Escobar - morto em 1993 - foi preso em Medellin.

Os containeres com a droga vieram de Montevidéu, no Uruguai, e também da Colômbia. Eles tinham como destino a Europa, e foram encontrados durante uma inspeção de rotina e foram localizados com a ajuda de cães farejadores.

Além da foto com o rosto de Pablo Escobar, os pacotes também tinham logotipos de marcas de bebida e de vestuário feminino. A polícia não informou se alguém foi preso durante a ação.

BAÍA DE GUANABARA SERÁ MONITORADA

Conforme o GLOBO revelou em reportagem na semana passada, até o fim do ano a Baía de Guanabara terá monitoramento especial da Marinha. A área, que tem sido usada por criminosos como rota para transportar armas e drogas, foi estabelecida como prioridade para o início do projeto-piloto do Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul, que prevê a ampliação da vigilância em toda a área marítima do país, com satélites e radares, para combate a crimes ambientais e de tráfico de drogas.

O Globo

OUTRAS NOTÍCIAS

PF realiza leilão de viaturas e materiais em Natal

Polícia federal faz a maior apreensão de cocaína do ano no Rio Grande do Sul

Operação cartão vermelho combate facção criminosa

Polícia Federal fecha fronteira com Venezuela após decisão judicial