Novo diretor-geral da PF defende investigação policial pautada na qualidade da prova, na autonomia investigativa e na responsabilidade

Fenapef participou da solenidade de posse do novo direitor-geral da PF, Andrei Passos

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 11/01/23

Na manhã desta terça-feira (10), o delegado Andrei Passos tomou posse como novo diretor-geral da Polícia Federal. O evento, realizado na sede da PF em Brasília, contou com a participação do presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais, Marcus Firme, e do diretor de Relações do Trabalho da Fenapef, Egídio Araújo.

De acordo com o novo diretor-geral, Andrei Passos, a inovação nas diversas dimensões institucionais será um dos pilares da sua gestão e, para concretizar essa inovação, três eixos serão trabalhados: pessoas, governança e transformação organizacional da Polícia Federal.

“Considero de fundamental importância trazer os nossos servidores para o centro das atenções, adotando medidas que abranjam os múltiplos aspectos da sua vida funcional, a começar pelo ingresso no órgão, com total reformulação dos nossos cursos de formação profissional, numa nova Academia Nacional de Polícia que contemple uma formação humanística abrangente, para além da técnica”, disse o novo diretor-geral em seu discurso de posse.

Outro ponto abordado por Andrei é a maior participação das mulheres na gestão. Pela primeira vez na história da Polícia Federal, a instituição terá duas diretoras e o maior número de superintendentes mulheres. “Teremos também uma reestruturação inédita na PF. Serão transformações necessárias para a construção de uma Polícia Federal ainda mais eficiente na prestação de seus serviços, de forma mais forte e republicana”, explicou.

Andrei Passos também reafirmou o compromisso da PF com o Estado brasileiro. “Nossa atuação será sempre pautada pelo estrito cumprimento da lei e pelos princípios do Estado Democrático de Direito. Esse será o norte inafastável na gestão das investigações policiais, que serão coordenadas com base na qualidade da prova, na autonomia investigativa e na responsabilidade, com absoluto rigor em relação a desvios ou personalismos”, disse Andrei Passos.

O presidente da Fenapef parabenizou o novo diretor-geral da Polícia Federal e reforçou a necessidade de ampliar o diálogo. “Esperamos que a nova gestão seja pautada pelo diálogo com os servidores e com as entidades de classe. Nós já iniciamos uma conversa no ano passado, e a Fenapef seguirá com as pautas em defesa da categoria e da sociedade, articulando com toda a gestão da Polícia Federal”.

Para conferir os assuntos já apresentados ao novo diretor-geral da Polícia Federal, acesse: https://fenapef.org.br/fenapef-apresenta-pautas-prioritarias-para-grupo-tecnico-da-equipe-de-transicao

OUTRAS NOTÍCIAS

Servidores da PF não recebem indenização de sobreaviso e Fenapef luta para garantir o direito

Comunicado - Boleto Digital Seguro Saúde

Fenapef busca recomposição salarial dos policiais federais

Polícia Federal revoga criação de broches especiais