Emenda de R$ 3 bilhões para reestruturação salarial da Segurança Pública é aprovada na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado

A proposta segue para a Comissão Mista de Orçamento para deliberações

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 23/11/23

A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados aprovou, nesta terça-feira (21), a emenda que propõe a destinação de R$ 3 bilhões do Orçamento Geral da União de 2024 para a reestruturação dos servidores da segurança pública. A proposta de autoria dos deputados federais Sanderson (PL/RS) e Antônio Carlos Nicoletti (União Brasil/RR) representa um passo significativo na busca do fortalecimento e modernização dos aparatos de segurança em todo o país.

A aprovação da proposta ainda não implica em efeitos práticos imediatos, sendo mais um indicativo do reconhecimento da importância da reestruturação para as carreiras da segurança pública.

A emenda agora segue para a Comissão Mista de Orçamento, onde será submetida a outra análise. Este colegiado é composto por deputados e senadores, e é responsável por deliberar sobre a alocação de recursos no orçamento federal. Dessa forma, a proposta ainda passará por uma fase de discussões e debates antes de ser efetivamente incorporada ao orçamento.

A expectativa dos representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) é que a emenda, ao alcançar a Comissão Mista de Orçamento, seja objeto de cuidadosa avaliação e debate entre os membros do colegiado que levem os parlamentares a compreenderem a importância da reestruturação. A decisão final desse grupo será determinante para a concretização da destinação dos recursos propostos, moldando o direcionamento do investimento na reestruturação dos servidores da segurança pública no país.

OUTRAS NOTÍCIAS

Saiba como será o expediente da Fenapef neste Carnaval

Aposentado e pensionista: você pode ter direito à isenção do IRPF

Integralidade e paridade na aposentadoria: possível resposta nos próximos 90 dias

Fenapef prestigia posse do novo ministro da Justiça e Segurança Pública