Correio Braziliense - Caso Jefferson: Ajufe não vê "sentido" em ação do ministro

Fonte: Correio Braziliense

Data: 25/10/22

Sabatina com presidenciáveis

Lula é entrevistado no Podcast do Correio/Rede Clube FM na 5ª feira, às 8h

Na edição de ontem do CB.Poder, o presidente da Associação dos Juízes Federais do Brasil (Ajufe), Nelson Alves, considerou desnecessária a participação do ministro da Justiça, Anderson Torres, na prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), aliado do presidente Jair Bolsonaro (PL). "As decisões do Judiciário não passam por um crivo do Ministério da Justiça. São cumpridas diretamente, seja, às vezes, por oficiais de justiça, quando é o caso, seja pela polícia judiciária. No caso, agora, foi a Polícia Federal. É um trâmite direto", explicou. Outras entidades de classe, como a Federação Nacional dos Policiais Federais e a Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais, criticaram a operação e a contaminação de provas. Jefferson foi indiciado por quatro tentativas de homicídio. Em depoimento, disse que efetuou mais de 50 disparos contra os agentes da Polícia Federal.

OUTRAS NOTÍCIAS

Estado de Minas - O que se sabe da prisão de Roberto Jefferson

Hora do Povo - Fenapef repudia atentado de Jefferson contra "a vida de policiais federais"

Entidades ligadas à PF repudiam reação de Jefferson à prisão

Bol - Jefferson deveria ter sido tratado como criminoso perigoso, diz Fenapef