Concurso PF: tema de reunião entre direção-geral e Fenapef

Concurso PF é esperado com 2.000 vagas para cargos de nível superior!

Fonte: Gran Cursos

Data: 18/11/20

O diretor-geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, recebeu, no início deste mês, os representantes da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) para conversar sobre diversos pontos relacionados à corporação e um dos tópicos abordados foi o concurso PF – Polícia Federal.

As reinvindicações da categoria solicitadas foram: correções para o próximo edital de concurso público, no que tange à retirada de atribuições não previstas em Lei, também que seja feito o equilíbrio proporcional das vagas entre os cargos, em virtude do déficit de pessoal em determinadas ocupações, como: agentes, escrivães e apoio administrativo.

De acordo com os anúncios feitos pelo presidente da República e ministros da Economia e da Justiça e Segurança Pública, o concurso PF irá contemplar oportunidades de ingresso nos cargos de Agente de Polícia Federal (1.016 vagas), Escrivão (600 vagas), Delegado (300 vagas) e Papiloscopista (84 vagas).

O presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, explicou ao diretor como a proporção entre os cargos na Polícia Federal  foi modificada ao longo dos últimos 20 anos e o porque de retomar a relação antiga, já que o número de inquéritos diminuiu bastante. “Outra razão para defendermos que haja mais agentes, escrivães, papiloscopistas e peritos é que há postos com grande déficit de servidores, entre eles, as fronteiras, os portos os aeroportos”, afirmou em entrevista concedida ao site da Federação.

Ele disse que o diretor geral compreendeu a situação e prometeu avaliar com cuidado. Também foram pedidos que o Curso de Formação Profissional volte a ter o mesmo tempo de duração como anteriormente e demais assuntos relacionados à carreira, benefícios e aposentadoria dos servidores.

Além deBoudens, participaram do encontro o diretor jurídico da Fenapef, Flávio Werneck, e o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal, Egídio Araújo.

OUTRAS NOTÍCIAS

No Estadão: Projeto tira a regulação da segurança privada da Polícia Federal

Federação alerta para aumento de 151% dos casos de COVID-19 na PF

Sob nova direção, PF tem aumento de valores e bens apreendidos em 2020

“Segunda onda de covid-19 já chegou à PF”, alerta federação dos policiais