Colete salva a vida de agente no Mato Grosso

Ele participava de operação contra PCC quando sofreu o disparo em direção ao peito

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 01/09/20

A utilização correta de um colete à prova de balas salvou a vida de um policial federal em Cuiabá, (MT). O agente do Grupo de Pronta Intervenção (GPI) participava da Operação Caixa Forte - Fase 2 na manhã desta segunda-feira (31) quando quasr foi alvejado no peito. O projétil ficou alojado na placa do colete.

“Eis a prova de que é importante utilizar corretamente o colete e também de que esse equipamento esteja dentro do prazo de validade”, enfatizou um policial federal que prefere não se identificar. “Nesse caso de Cuiabá, o colete salvou a vida do colega”, afirmou.
O GPI cumpria um mandado de busca e apreensão numa chácara. Os policiais contornaram a casa e encontraram a porta fechada.

Pediram para abrir. Houve disparos de dentro do imóvel. Os agentes tentaram, então, entrar pela porta da frente. Foi nesse momento que o bandido atirou. Os agentes entraram e prenderam o bandido por tentativa de homicídio e porte ilegal de arma de fogo. Só depois perceberam o tiro no colete de um deles, que não se feriu.

A operação "Caixa Forte - Fase 2" contra a facção criminosa ligada ao tráfico de drogas acontece em 19 estados e no Distrito Federal. Das ordens judiciais expedidas pela Justiça de Minas Gerais, seis estão sendo cumpridas em Mato Grosso, sendo três de prisão e três de busca e apreensão. No total, são 422 mandados de prisão preventiva e 201 mandados de busca e apreensão.

Segundo a PF, esta é a maior operação da corporação em número de estados, mandados e valores apreendidos. A operação batizada de Caixa Forte - Fase 2 é realizada pela Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), composta por PF, Polícia Civil de Minas Gerais, Polícia Rodoviária Federal, Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e Departamento Penitenciário de MG. As investigações desta etapa começaram há um ano.

OUTRAS NOTÍCIAS

Começam a ser pagas as primeiras RPVs das diárias de nível superior para Policiais Federais

Representantes de trabalhadores e parlamentares não chegam a acordo sobre reforma administrativa

Fenapef e Sindipol/DF levam demandas da categoria ao deputado Sanderson

Seguros Unimed agora está disponível em todas as plataformas digitais