CNN - Federação dos policiais federais cobra apuração sobre atentado de Roberto Jefferson contra agentes

Fonte: CNN Brasil

Data: 25/10/22

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) elabora um ofício ao Ministério da Justiça e Segurança Pública e à Direção Geral da Polícia Federal (PF) solicitando que seja feita uma apuração minuciosa e rápida da reação do ex-deputado federal e presidente de honra do PTB Roberto Jefferson à abordagem dos agentes da PF que foram cumprir uma ordem de prisão preventiva expedida pelo ministro Alexandre de Moraes pelo descumprimento das medidas impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF).

De acordo com o presidente da Fenapef, Marcus Firme dos Reis, a federação cobrará das autoridades a rigorosa apuração dos fatos até a efetiva responsabilização criminal do autor. “É inadmissível que policiais sejam recebidos por um ex-parlamentar e presidente de honra de um partido político como foram com tiros e granada num Estado Democrático de Direito” afirmou o presidente da federação.

A federação dos policiais quer acompanhar de perto as investigações sobre o caso. De acordo com Marcus dos Reis, a reação violenta aos policiais é um atentado contra o próprio Estado e uma ofensa à ordem jurídica. “Não foi apenas um ataque as policiais federais, mas, nitidamente, um ataque ao estado democrático brasileiro” afirmou Reis.

A entidade reúne 27 sindicatos estaduais e representa mais de 14 mil policiais federais brasileiros. Em nota publicada no domingo (23), a federação repudiou o atentado contra a vida dos policiais federais e classificou o ato do ex-deputado como múltiplas tentativas de homicídio praticadas contra os integrantes da corporação no exercício da função policial.

OUTRAS NOTÍCIAS

Estado de Minas - O que se sabe da prisão de Roberto Jefferson

Hora do Povo - Fenapef repudia atentado de Jefferson contra "a vida de policiais federais"

Entidades ligadas à PF repudiam reação de Jefferson à prisão

Bol - Jefferson deveria ter sido tratado como criminoso perigoso, diz Fenapef