PF prende ultimo condenado do caso do Fórum Trabalhista de SP

21 de setembro de 2017

A Polícia Federal prendeu nesta manhã (20) José Eduardo Correa Teixeira Ferraz, o último condenado no processo que apurou o desvio de recursos públicos na construção do fórum trabalhista de São Paulo, que não se encontrava preso. O mandado de prisão tem caráter definitivo, não havendo mais possibilidade de recursos. Ele foi condenado a 22 anos e quatro meses de reclusão.

A Polícia Federal foi informada pelo Ministério Público Federal que o mandado em desfavor de Ferraz ainda se encontrava em aberto e que a sentença tinha caráter definitivo, sendo ele o único que ainda se encontrava fora do alcance da Justiça, na condição de foragido, tendo sido incluído inclusive na lista de procurados internacionais da Interpol.

Iniciaram-se diligências policiais para identificar seu paradeiro. Não havia qualquer registro de atividades realizadas por ele ou bens em seu nome. Após a localização de suposta residência, policiais federais passaram a monitora-lo até identificarem um homem que, na data de hoje, havia saído do endereço num veículo chamado por aplicativo.

Duas viaturas da PF saíram em seu encontro, tendo abordado o veículo na marginal Pinheiros, na altura do Jockey Clube. Confirmada a identidade do foragido, o mandado de prisão foi cumprido e José Eduardo Ferraz foi trazido para a Superintendência Regional da Polícia Federal em São Paulo, onde permanece à disposição da Justiça Federal, aguardando transferência para o sistema prisional estadual paulista.

Fonte: Agência de Notícias da Polícia Federal



Outras notícias