PF deflagra a Operação Harpócrates em MS

21 de dezembro de 2017

A Polícia Federal, com o apoio da Receita Federal, desencadeou nesta quinta-feira (21), a Operação Harpócrates, que objetiva combater a introdução ilegal no Brasil de grande quantidade de mercadorias e comercializá-las sem o recolhimento dos tributos devidos.

Participaram da Operação 18 policiais federais e quatro servidores da Receita Federal.

As medidas de busca e apreensão foram deferidas pelo Juízo da 5.ª Vara Federal de Campo Grande, com manifestação do Ministério Público Federal. Foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão em diversas localidades desta capital.

A Operação Harpócrates é o resultado de duas investigações da PF que buscam desvendar esquemas ilegais de ingresso no país de mercadorias descaminhadas e possível prática do crime de lavagem de dinheiro.

A primeira investigação envolve a comercialização, em uma loja sediada num Hotel desta capital, de equipamentos eletrônicos estrangeiros, como smartphones, computadores pessoais, notebooks, suprimentos de informática, som, drones, etc.

A segunda investigação apura a comercialização de grande quantidade de roupas, de marcas internacionais, adquiridas em outros países da América do Sul.

O nome da operação faz referência à mitologia grega, na qual Harpócrates representa o Deus do silêncio e do segredo, contrastando com a ostentação apresentada por alguns investigados.

Não haverá coletiva de imprensa, porém, a partir das 10h30, serão divulgadas, na sede da PF em campo Grande, informações e resultados da operação.

Fonte: 24 Horas News



Outras notícias