Recadastramento de servidores federais inativos e pensionistas

29 de agosto de 2013

Começou este ano de 2013,  o recadastramento dos servidores inativos e pensionistas civis do Poder Executivo federal.

Ao todo, 710 mil pessoas terão que atualizar seus dados nas agências da Caixa Econômica Federal, do Banco do Brasil ou do Banco de Brasília. Eles deverão se recadastrar no mês do aniversário. O governo espera recadastrar, em média, 58 mil servidores por mês no país.

Quem perder o prazo receberá uma carta contando mais 30 dias para o recadastramento. Se o servidor não comparecer nessa segunda chamada, terá o benefício suspenso.

O governo fará visitas domiciliares caso o funcionário esteja impossibilitado de se locomover. Elas podem ser agendadas, no mês do aniversário do servidor, pelo telefone 0800-978-2328 ou pelo e-mail [email protected], por onde podem ser obtidas outras informações.

Leia, abaixo, trechos de um “perguntas e respostas” elaborado pelo Ministério do Planejamento sobre o recadastramento:

Quem precisa se recadastrar?

Todos os aposentados e pensionistas do serviço público federal civil devem se recadastrar. Os anistiados políticos civis, também.

Todos devem se recadastrar já em março?

Não. O recadastramento durante março é somente para aqueles que fazem aniversário nesse mês. Posteriormente, a cada mês, os aniversariantes daquele período têm que comparecer as agências bancárias para fazer o seu recadastramento.

O que o aposentado, o pensionista e o anistiado político precisam fazer para se recadastrar?

No mês de seu aniversário, deve comparecer a uma agência do Banco do Brasil, da Caixa Econômica Federal ou do Banco de Brasília (que são os bancos que concentram cerca de 90% do pagamento dos benefícios para esse público), se apresentar com um documento oficial de identificação (identidade ou carteira profissional) e o CPF, e dizer que é o mês de aniversário dele e que ele quer fazer o recadastramento.

Depois desse recadastramento será preciso atualizar essas informações novamente? De quanto em quanto tempo esse recadastramento deve ocorrer?

O processo é anual. Todo ano, no mês de aniversário, o aposentado e pensionista, bem como o anistiado político deve comparecer a sua agência bancária e fazer a atualização dos seus dados cadastrais.

Qual é a situação dos que já aniversariaram nos meses de janeiro e fevereiro?

Eles vão aguardar o mês de janeiro e fevereiro de 2014 para fazer o seu recadastramento. Não haverá nenhum prejuízo.

Existe estimativa do tempo de atendimento de cada um dos recadastrados?

A convicção é que será um recadastramento simples e rápido, considerando que são mais de seis mil agências bancárias à disposição dessas pessoas em todo o país e que o processo será diluído ao longo do ano.

 



Outras notícias