Em noite de festa on-line, Fenapef comemora 30 Anos

Live reuniu ex-presidentes, parlamentares e recebeu o diretor-geral da PF

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 26/08/20

Na noite dessa terça-feira, 25, trinta anos de lutas, conquistas e histórias passaram pela tela de quem veio comemorar o aniversário de trinta anos da Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef). O presidente Luís Antônio Boudens destacou que a Federação de hoje é o resultado da construção do pensamento de um grupo que iniciou o trabalho trinta anos atrás. Ex-presidentes, parlamentares que são policiais federais e a atual direção reforçaram demandas da categoria e recordaram momentos de luta que pavimentaram a história da Fenapef.

Abrindo a live, o diretor geral da Polícia Federal, Rolando Alexandre de Souza, falou da importância dos policiais para a corporação. “Quem traz o reconhecimento que a PF tem junto à sociedade são os policiais”, enfatizou. E garantiu que está tentando acelerar soluções para problemas como a indenização por sobreaviso. Também destacou uma novidade: que os policiais que se aposentarem poderão ficar com a arma que usavam na ativa. O direito também valerá para quem já está aposentado. Boudens lembrou a necessidade de que a Polícia Federal tenha a sua lei orgânica e reforçou a parceria e o desejo de manter a boa interlocução com a Direção Geral.

O deputado Aluisio Mendes (PSC-MA) disse que o bom relacionamento entre todos que compõem a Polícia Federal deve ser prioridade. “Temos que quebrar alguns paradigmas e compreender que todos somos policiais federais”, disse.

O deputado Ubiratan Sanderson (PSL-RS) reforçou que seu objetivo, como parlamentar, é defender o povo brasileiro e os policiais federais. E enfatizou a importância dos policiais federais no desmonte de esquemas de corrupção. Sanderson também falou de uma recente luta: a manutenção de direitos como a paridade e a integralidade de pensões e aposentadorias para a corporação.

Primeiro ex-presidente da Federação, Garisto contou histórias do início do movimento sindical. Exibiu, orgulhoso, a foto dos fundadores da Federação e emocionou a todos. Jones Borges Leal, também ex-presidente e hoje chefe de gabinete do deputado Sanderson, falou de sua esperança de que, com destacadas atuações de parlamentares que lutam pela Polícia Federal no Congresso, haja avanços em lutas antigas, como a aprovação da lei orgânica.

Reestruturação

O vice-presidente da Fenapef, Luiz Carlos Cavalcante, destacou a participação dos policiais aposentados na construção do que a Polícia Federal é hoje. “Nesses trinta anos da Fenapef, talvez o maior e o mais nobre elogio que nós temos a fazer é aos nossos aposentados, que construíram e fizeram a história da Polícia Federal e da nossa Federação”, disse Luiz Carlos, que defendeu a entrada única, com entrada pela base da categoria, e crescimento profissional por mérito e capacitação. Lembrou que a entrada única não é um projeto da Fenapef, e sim da Polícia Federal.

Ele defendeu a reestruturação de cargos. “O que a gente pede ao diretor geral é para que ele atente para a reestruturação da carreira. Das atribuições e da nossa lei orgânica e resgate o projeto de 2003. Pedimos que ele escreva seu nome na história como a pessoa que modernizou, pacificou e enalteceu a Polícia Federal, colocando-a no mesmo nível das maiores polícias federais do mundo.
Os vereadores André Salineiro e Odécio Carneiro estiveram na Fenapef e participaram da live.

Abaixo, o link com a íntegra da live.
https://youtu.be/maLR8UvhNWg?t=2610

 

OUTRAS NOTÍCIAS

SINDIPOL-BA parabeniza Fenapef pelos 30 anos de história e destaca papel de fundadores

Fenapef completa 30 anos

Fenapef - Trinta Anos