DG reúne entidades sindicais para apresentar plano de reestruturação da Carreira

17 de Janeiro de 2018

 

A Federação Nacional dos Policiais Federais (Fenapef) e demais entidades representativas participaram de reunião com o diretor-geral da Polícia Federal, Fernando Segóvia, e membros do alto escalão do Órgão nesta terça-feira (16). O encontro foi convocado pelo próprio DG, “com o intuito de discutir propostas e estratégias de fortalecimento da capacidade institucional da PF”.

Para o presidente da Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), Luís Antônio Boudens, a reestruturação é urgente, mas há questões na proposta apresentada pela gestão da Polícia Federal que precisam ser aprofundadas.

“O projeto de reestruturação é uma necessidade, porque precisamos criar um ambiente interno mais justo, sem burocracia e elitismos. Já a criação de cargo policial de nível médio deve passar por uma análise profunda e criteriosa, pois há vários riscos, inclusive o de ampliar as divergências internas, que já sangram a PF há algum tempo”, afirmou.

O delegado Delano Cerqueira Bunn, que coordenou a área de recursos humanos da Polícia Federal durante a formulação do projeto, explicou que a proposta de criação de uma nova carreira formada por policiais de nível educacional médio é para dar apoio às funções de menor complexidade, como segurança de patrimônio e patrulhamento.

“Queremos promover a valorização, equilíbrio e higidez do quadro funcional da PF. O projeto prevê capacitações e avaliações contínuas, bem como o reconhecimento de seus servidores por merecimento. O projeto que está em fase de aperfeiçoamento será discutido entre todas as representações a fim de alcançar de forma conjunta medidas de modernização da estrutura da PF que beneficie a todos os servidores”.

De acordo com o presidente da Fenapef, Luís Antônio Boudens, “a intenção agora é reunir o conselho de representantes da Fenapef, que conta com lideranças dos policiais federais de todo os estados do País, para discutir e estabelecer um posicionamento sobre o que é melhor para os policiais federais”, destacou.

Segundo Boudens, em virtude da importância e urgência do assunto, a reunião com as bases estaduais deve ser realizada via videoconferência na próxima semana.

Também participaram da reunião, o diretor parlamentar da Fenapef, Marcus Firme; o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Distrito Federal (Sindipol/DF), João José da Cunha, e os diretores Jones Leal e Paulo Ayran.

Agência Fenapef



Outras notícias