Policiais Federais fazem manifestação nesta quinta-feira

Entidades que representam os profissionais da segurança pública promovem mobilizações pela reestruturação da carreira policial federal

Fonte: Folha BV

Data: 27/04/22

Eles querem reivindicar a assinatura de medida provisória da reestruturação das carreiras policiais da União (Foto: Diane Sampaio/FolhaBV)

As principais entidades representativas da Polícia Federal realizam, nesta quinta-feira (28), mobilização nacional pela valorização das forças de segurança pública.

A mobilização ocorre também em Roraima, na quinta-feira, dia 28, a partir da 9 hrs da manhã, em frente a Superintendência da PF na Avenida Brasil

O presidente do Sindicato dos Policiais Federais de Roraima, Everaldo Ramos, explicou que a Polícia Federal conseguiu a previsão orçamentaria pra a reestruturação da carreira mas o presidente propôs aumento linear para todos os servidores.

“Estamos desde 2006 sem reajuste e a gente queria que o orçamento fosse aplicado na gente mesmo. Então vamos fazer essa manifestação, mas não será uma greve pois o Supremo decidiu que policial não pode fazer greve, então será somente manifestação. Depois vamos ver a orientação nacional caso o governo federal não sente na mesa de negociação”

Reivindicação

A mobilização é uma resposta às notícias sobre o recuo do Governo Federal quanto ao compromisso de reestruturação da carreira policial federal, cujo orçamento de 1,7 bi foi aprovado em lei, e, ao invés disso, promover um reajuste linear de 5% a todos os servidores públicos federais.

Eles querem reivindicar a assinatura de medida provisória da reestruturação das carreiras policiais da União, conforme havia prometido publicamente o presidente da República, Jair Bolsonaro.

Após uma reunião com o ministro da Justiça, Anderson Torres, na última segunda-feira, diversas entidades anunciaram a realização urgente dos atos, já ratificados em assembleias promovidas por cada cargo de servidores da Polícia Federal.

Além de Roraima, as movimentações ocorrem em unidades da PF instaladas por todo o país, em horários definidos internamente em cada uma das unidades, e devem contar com faixas e palavras de ordem.

Os atos têm o apoio da  Federação Nacional dos Policiais Federais (FENAPEF), da Associação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (ADPF), da Associação Nacional dos Peritos Criminais Federais (APCF) e da Federação Nacional dos Delegados de Polícia Federal (Fenadepol).

OUTRAS NOTÍCIAS

Reestruturação de carreira: policiais federais cancelam protesto em VV

Servidores da Polícia Federal realizam novo ato no Rio por reajuste salarial

Câmara aprova bônus salarial a policiais federais

Policiais federais convocam ato por valorização da carreira pela 2° vez