Fenapef debate imediata implementação do parecer da AGU com Ministério da Justiça

Diretor Flávio Werneck encontrou-se com o novo secretário executivo da Pasta, Márcio Nunes Oliveira

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 26/05/21

Sede do Ministério da Justiça | Crédito: Divulgação/MJ

O diretor jurídico da Fenapef, Flávio Werneck, reuniu-se nessa terça-feira (25 ), com o secretário executivo do Ministério da Justiça (MJ), Márcio Nunes Oliveira. Em pauta, a aplicação imediata do parecer da Advocacia Geral da União (AGU) que sacramenta o direito à integralidade e paridade de aposentadorias e pensões para quem ingressou na Polícia Federal até a data da promulgação da Reforma da Previdência (12 de novembro de 2019).

Também em debate, as dificuldades dos policiais federais com as mensalidades dos planos de saúde. “As parcelas estão impactando os rendimentos do pessoal da corporação, porque, se de um lado há aumentos, de outro houve o impacto da Reforma da Previdência sobre os vencimentos”, explica Werneck.

Na oportunidade, assuntos como a remuneração por sobreaviso e dificuldades para capacitação de policiais federais e acesso a cursos de pós-graduação, mestrado e doutorado também estiveram em discussão.

Também presentes na reunião, o presidente e diretor do Sindipol/DF, respectivamente Egídio Araújo e Marco Antonio de Souza, e o diretor da ANEPF, Deílson Pires Cavalcante.

OUTRAS NOTÍCIAS

Fenapef busca extensão da decisão de aposentadoria por periculosidade

Excedentes do último concurso para Polícia Federal buscam apoio da Fenapef

Nota UPB

NOTA DE MOBILIZAÇÃO AOS PROFISSIONAIS DE SEGURANÇA PÚBLICA DO BRASIL