Assembleia confirma unidade sindical, aprova contas e define prioridades para 2021

Conapef será presencial e marcado assim que não houver riscos para a saúde dos participantes

Fonte: Comunicação Fenapef

Data: 07/04/21

A Fenapef está investindo na proposta de unicidade e alinhamento sindical nacional. Na última Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada no dia 31 de março, o presidente Luís Antônio Boudens reforçou a necessidade de atuação conjunta dos sindicatos. Isso deve valer tanto para a consolidação da identidade visual única (siglas e logotipos), como para o ajuste de mandatos, que deverão ser de três anos, fazendo com que as eleições sindicais coincidam com as da Federação.

Ainda no rumo da coesão, os conselheiros foram orientados a divulgar todos os textos e documentos sobre as eleições para a nova Diretoria Executiva da Fenapef, marcadas para novembro deste ano. “A ideia é dar total transparência ao processo, para que tenhamos uma eleição democrática, participativa e que eleja os melhores representantes para a categoria”, explicou Boudens.

O Congresso Nacional dos Policiais Federais (Conapef), que deveria acontecer também no segundo semestre deste ano, pode ser adiado por causa da pandemia. O Conselho de Representantes aprovou a proposta dos presidentes dos sindicatos do DF, Egídio Araújo, e do Piauí, Marcos Avelino, para que o Congresso aconteça de forma presencial, ainda que a data da realização seja alterada para 2022. O objetivo é evitar riscos à saúde dos participantes. Contudo, no mês de junho será feita uma nova avaliação em torno do panorama da pandemia, vacinação e outros fatores que envolvam direta ou indiretamente a realização do evento, de modo a definir se será possível promover o evento ainda esse ano ou adiá-lo para o ano seguinte.

Reformas e Agenda parlamentar

Ainda durante a AGE, a agenda de reformas propostas pelo governo e as vitórias conquistadas pela categoria foram tema de explanação. O presidente Boudens e o diretor parlamentar, Marcus Firme, explicaram todos os detalhes da tramitação dos projetos e como a atuação sindical garantiu a vitória em pontos importantes como a retirada do dispositivo da PEC 186/2019 (PEC Emergencial), que previa a redução salarial dos servidores públicos em até 25% enquanto persistissem os efeitos da pandemia. “Foi uma vitória do sindicalismo, após uma construção política com o Senador Marcos do Val”, observou Firme.

A pauta parlamentar foi reforçada pela presença do deputado federal Ubiratan Sanderson (PSL-RS), que trouxe muitas informações dos bastidores da tramitação da PEC 186.

O deputado estadual Danilo Balas, que é agente federal em São Paulo, trouxe sua contribuição para o debate e se disponibilizou a ajudar na mobilização contra novos prejuízos que possam alcançar os policiais. Danilo, que também foi policial militar, tem um posicionamento firme em defesa das carreiras da segurança pública.

Contas aprovadas

No mesmo dia, pela manhã, em Assembleia Geral Ordinária, o Conselho de Representantes analisou e aprovou - por unanimidade - as contas e o relatório fiscal apresentados pelo Conselho Fiscal da Fenapef, liderado por Fernando de Carvalho.

Cumprindo exigência estatutária, também foi analisada e aprovada a Previsão Orçamentária para 2021. O projeto de dimensionamento dos futuros gastos da entidade foi apresentado pelo Diretor Financeiro Cristóvão Luiz de Oliveira e sua equipe.

OUTRAS NOTÍCIAS

Fenapef entrega medalha ao advogado e cônsul honorário do Gabão em Pernambuco, André Fonseca

Fenapef se reúne pela primeira vez com o novo diretor geral

Continua o revezamento de funcionários na sede da Fenapef

Boudens: “precisamos evitar a explosão da quarta granada nos nossos bolsos”