Sandro Araújo recebe apoio de policiais federais para 2018

23 de Janeiro de 2018

Representantes da Fenapef estiveram em Niterói (RJ) nesta terça (23) para reunião com o policial federal e vereador Sandro Araújo. Ele é uma das apostas dos profissionais de segurança pública para concorrer ao cargo de deputado federal em 2018. O encontro integra uma série de estratégias da Federação para aumentar a representatividade política da Polícia Federal a partir das próximas eleições.

“Recebemos diariamente uma série de mensagens de populares pedindo nosso engajamento político. São pessoas que estão fartas de escândalos de corrupção, confiam no nosso trabalho e querem ver a PF atuando contra a violência e a corrupção também em espaços de tomada de decisão”, afirmou o presidente da Federação, Luís Antônio Boudens.

O próprio vereador  é exemplo do incentivo que os policiais federais recebem de colegas e da população para atuarem politicamente.  Reconhecimento conquistado pelo histórico de trabalho na PF e pelo papel que desempenha fora das  missões policiais.

Além de agente federal, Sandro é professor de física e matemática e idealizador do“Geração Careta” projeto que, por meio das artes marciais e técnicas de defesa pessoal, promove inclusão social e combate ao uso de drogas por crianças e adolescentes.

“Estou certo de que o problema dos entorpecentes não tem solução, a não ser que as novas gerações não queiram se envolver com eles”, justifica Sandro.

Apesar do apoio que recebem, Boudens explica que o ingresso dos policiais federais no Congresso deve enfrentar a resistência de vários grupos políticos. “Pessoas que temem a atuação firme da carreira contra a corrupção”, afirma. O presidente destaca o caso ocorrido em Niterói. “Foram uma série de ameaças à família do Sandro, atitude absurda e que não vai nos intimidar”, declarou.

Gabinete conta com contribuição de policiais federais 

Durante a visita, os representantes sindicais conheceram o novo gabinete do policial federal e vereador. Recentemente, ele fez mudanças na política de pessoal para que a maioria de seus colaboradores sejam policiais federais.

“Um passo importante para levar o conhecimento e a cultura de segurança pública para a Assembleia Legislativa”, avalia Boudens.

A agenda em Niterói contou ainda com a presença do diretor Parlamentar, Marcus Firme, e do diretor adjunto Luiz Carlos, também presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Rio de Janeiro.

Leia mais: POLICIAIS FEDERAIS ENCERRAM ENCONTRO COM BOAS PERSPECTIVAS PARA 2018

Agência Fenapef



Outras notícias