Policiais promovem ato público no aeroporto para sensibilizar parlamentares sobre a necessidade de ajustes na Reforma da Previdência

2 de abril de 2019
previous arrow
next arrow
Slider

 

Na tarde desta segunda-feira, 01.04, e no início da manhã desta terça-feira 02.04, os policiais federais, policiais civis e policiais rodoviários federais realizaram ato público no aeroporto Salgado Filho para sensibilizar os parlamentares e a população sobre a necessidade de ajustes na Reforma da Previdência no que se refere à aposentadoria policial. Com faixas assinadas pelas entidades representativas das categorias (SINPEF/RS, Ugeirm Sindicato e SINPRF/RS), os policiais aproveitaram o embarque dos parlamentares para Brasília para divulgar a Carta da UPB explicando o posicionamento da categoria em relação à Reforma da Previdência.

Ontem, 01.04, o ato aconteceu a partir das 16 horas até por volta das 20h, no setor de embarque do terminal principal do aeroporto. Hoje, 02.04, os policiais se reuniram a partir 6h até 8h da manhã, horário dos voos para Brasília quando os deputados se deslocam das bases para a capital federal.

A grande preocupação é relativa à manutenção das prerrogativas atinentes à atividade policial, e a inclusão de regras de transição justas, de modo a não penalizar aqueles que já estão prestes a se aposentar.“O movimento sindical está empenhado para que a proposta realmente vislumbre as especificidades da função, como uma atividade de risco, conforme previsão constitucional, além de garantir a manutenção da integralidade e paridade para os integrantes da carreira; pensão justa principalmente em caso de morte em serviço, a diferenciação de idade para aposentadoria entre homem e mulher policiais e regras de transição adequadas”, reafirmou o presidente do SINPEF/RS, Júlio Cesar Santos.

Essas iniciativas integram uma agenda de mobilizações, convocadas pela UPB (União dos Policiais do Brasil), que culminará com um grande ato em Brasília, em defesa da Aposentadoria Policial, no dia 10 de abril, quando policiais de todo o país se deslocarão para a capital federal.

SINPEF/RS



Outras notícias