PF cumpre mandados para reprimir uso de atestados falsos para saques do FGTS, em Florianópolis

6 de Fevereiro de 2018

Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira (6) a Operação Endemia para reprimir saques irregulares do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). Segundo a investigação, uma quadrilha fornecia documentos falsos de HIV e câncer para usuários sacarem o benefício. São cumpridos dois mandados de prisão preventiva, três temporárias e quatro de busca e apreensão, em Florianópolis.

A estimativa é que o esquema criminoso tenha causado prejuízo de pelo menos R$ 500 mil à Caixa Econômica Federal, mas segundo a Polícia Federal, o valor retirado irregularmente pode ser maior.

A investigação começou há aproximadamente um ano com informações da Caixa. Segundo a PF, muitos dos atestados falsos que foram identificados já tinham sido usados por outras pessoas moradoras de uma mesma rua na comunidade do Morro da Mariquinha, na região central da capital.

Cerca de 30 policiais federais e 30 da Polícia Militar participam da operação. A PF não detalhou se os mandados são contra suspeitos de integrarem a quadrilha e quantas pessoas teriam usado atestados falsos. Os investigados podem responder por estelionato qualificado e formação de quadrilha.

Fonte: G1



Outras notícias