PF combate compartilhamento de pornografia infantil na internet no ES

24 de Janeiro de 2018

A Polícia Federal deflagrou nesta quarta-feira (24/1) a Operação PENAPES, com objetivo de combater difusão de arquivos contendo exploração sexual de crianças. Cerca de 40 policiais federais cumprem seis mandados de busca e apreensão nas residências dos investigados.  Durante o cumprimento dos mandados, uma pessoa foi conduzida para prestar esclarecimentos.

Em face de rastreamento da rede mundial de computadores, bem como de afastamento do sigilo telemático dos IPs (endereço de acesso ao site), foram detectados usuários compartilhando arquivos com o conteúdo supracitado.

Os investigados responderão pelos crimes de compartilhamento de arquivos contendo pornografia infantil, com pena que varia de 2 a 6 anos de reclusão. Poderão ainda responder pelo crime de posse de arquivos, no caso de flagrante, quando do cumprimento da busca, com pena de 1 a 4 anos de reclusão.

O nome da operação foi escolhido pelo fato de PENAPES, segundo a mitologia romana, tratar-se de um Deus que protegia a família.

Não será concedida entrevista coletiva.

OPERAÇÕES REALIZADAS EM 2017

O combate a esse tipo de delito grave tem acontecido de modo contínuo pela Polícia Federal. No ano de 2017, foram cumpridos, no Estado do Espírito Santo, 20 mandados de busca, que resultaram em 9 prisões em flagrante e 1 prisão preventiva, além dos indiciamentos pela comprovação da prática do delito após realização de perícias nos equipamentos de mídia apreendidos quando da realização das buscas.

Fonte: Agência de Notícias da Polícia Federal



Outras notícias