Lançamento do livro da APF Paula Lessa reúne juristas na Livraria da Travessa

Data: 2013-08-15 10:35

Aconteceu nesta quarta (14), às 17:00h, o lançamento do livro Os Donos do Carimbo - Investigação Policial como Procedimento Escrito (editora Lumen Juris), na Livraria da Travessa, Av. Rio Branco, 44, Centro, Rio de Janeiro. Esse espaço que é tradicional na cultura carioca foi o cenário onde Paula Lessa autografou sem parar durante duas horas o livro que, segundo seu professor, autor da `orelha` e orientador do mestrado, Roberto Kant de Lima, não objetiva polemizar, apesar de suas linhas às vezes contundentes, ao retratarem com  fidelidade a atual sistemática da justiça brasileira e suas nuances. Kant, que é coordenador do Instituto de Estudos Comparados em Administração Institucional de Conflitos e professor da UFF (Universidade Federal Fluminense), ressaltou durante o evento em entrevista à Rádio Roquete Pinto, que os leitores vão perceber que esse livro rico literariamente não é uma mescla de relatos com ótica subjetiva e que sua confecção foi viabilizada a partir da excelente tese de mestrado da autora.

Paula Chagas Lessa Vidal, que integra os quadros do DPF há 10 anos,  atualmente lotada no Sinarm, é mestre em Direito pela Universidade Gama Filho e bacharel pela USP. Para compor seu livro ela inseriu vivências colhidas em suas entrevistas, com  integrantes do Ministério Público, delegados e juízes, sobre a linha tênue entre o eterno ideal de otimização judiciária e a decepcionante realidade da burocratização, via procedimentos policiais, onde todas as vertentes parecem estacionar sob uma resultante: o processo.

Um ponto pacífico sobre a sintonia de Os Donos do Carimbo, com o momento atual é a explanação em seu conteúdo da PEC 37, bem como da Lei 12.830/2013, recentemente sancionada, e que converge os poderes da investigação aos delegados de polícia.

A quase totalidade da diretoria executiva do Sindicato dos Policiais Federais do Rio de Janeiro, onde Paula é diretora jurídica, prestigiou o evento, além do corpo criminalista de advogados do SSDPF/RJ entre outros profissionais. Também estiveram presentes o corregedor Jairo Silva (SR/DPF/RJ), e os filiados Abdon, França, Ramadon, Bessa, Rangel, Yoan, Angela, Burlamaqui, dentre outros. Representando a polícia civil, veio o presidente da Coligação dos Policiais Civis (Colpol), Walter Heill; a Secretaria de Segurança Pública, Fábio Nera. A juíza estadual Simone Marreiros, também honrou o evento compondo com Flávio Beraldo Magalhães, procurador do Município do Rio de Janeiro um quadro valoroso de juristas.

"Gostei muito do evento e da participação dos colegas policiais, advogados e acadêmicos. Valorizei muito a presença do Dr. Jairo Silva (corregedor) porque as questões trazidas na pesquisa são para serem debatidas, estudadas e não negadas, para se construir uma instituição mais sólida", destacou Paula.

Além da Livraria da Travessa, os interessados pelo livro poderão acessar o site da Editora Lumen Juris ou ainda adquirirem  nas livrarias Siciliano e Saraiva.  Filiado do SSDPF/RJ conta com desconto na sede do Sindicato (contatar Iara pelo 2263-1820).

 

OUTRAS NOTÍCIAS

“Imputação Criminal Preliminar e Indiciamento”, por Johnny Guimarães

Para conscientizar crianças, agente de polícia federal lança livros...

Agente da Polícia Federal lança livro religioso para reflexão de casais

Livro de agente fala sobre as Interceptações telefônicas e o Processo...