Mutirão da PF vai expedir 350 vistos humanitários a haitianos

17 de abril de 2012

A Polícia Federal (PF) começou a atender os últimos 350 haitianos que estão há três meses em Tabatinga, a 1.106 quilômetros de Manaus, de forma irregular após terem tido a entrada no Brasil barra por determinação do Governo Federal. Um mutirão é realizado para atender aos refugiados no país. A previsão é que todos tenham a situação regularizada até esta segunda-feira (16).

 

 

Os vistos humanitários que permitem aos haitianos trabalhar em qualquer parte do Brasil, passaram a ser expedidos a partir do dia 13 de janeiro deste ano na Embaixada brasileira em Porto Príncipe. Com a decisão, os haitianos que estavam a caminho do Brasil foram pegos de surpresa e tiveram que esperar uma nova decisão do governo brasileiro. Após quase três meses de espera, o Ministério da Justiça concedeu os vistos de entrada aos haitianos que aguardavam em Tabatinga.

 

A  Polícia Federal em Tabatinga explicou que os haitianos estão sendo atendidos por um mutirão. Uma média de 80 haitianos é atendido por dia. Até esta segunda, todos terão a situação regularizada para que continuem com os procedimentos para adquirir a documentação que autoriza a permanência no Brasil.

A coordenação da Pastoral de Mobilidade Humano do Alto Solimões informou que recebe ajuda do governo do Estado para a compra das passagens para os haitianos. A Pastoral espera que até o fim da semana todos viagem para Manaus.



Outras notícias